sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Ainda acredito...

"Meu coração se transforma a cada experiência. Mas ainda palpita, sobressalta e
se assusta. Ainda é vulnerável como quando eu tinha dez anos."

Sabe quando a gente acha que já sentiu tudo? Que está vacinada contra certos sentimentos, já até prometeu que isso nunca mais iria acontecer.
Mas de repente, sem a mínima preparação, você se vê sentindo o mesmo sentimento que sentiu por tantos anos, por tantas vezes. E é o mesmo. Em todos os sentidos.
E eu não estava preparada pra isso, depois de tantos anos e de tantas decepções. Apesar de ter crescido eu me vejo pensando, porque nada mudou. Eu sou a mesma menina, mas estou mais madura, com pensamentos mais maduros e razões. Mas o sentimento, será que este nunca vai amadurecer? Tem que ser o mesmo?

Tem que ser o mesmo? Ah, um amor platônico... quem nunca teve um desses?
Eu já tive e tenho. E isso é tão triste... Porque sinto que já é hora de parar com esse sentimento que me seguiu por toda a infância e adolescência. Agora que cresci ele podia me deixar né?
Mas por quê isso não acontece?

Sou a mesma menininha que sempre fui, frágil, e imatura, nos sentimentos. Ainda sonho, e isso é que não posso parar.

Mas ainda acredito...

3 comentários:

Cristiane disse...

Fadinha Lella, estou emocionada...olha tenho 34 anos, já fui casada , tenho um filhote , e continuo assim sonhadora, com os mesmos sentimentos!
Bjus eu não consigo mais escrever , a emoção tomou conta de mim!

Priscila Rôde disse...

Lá vem "o sentimento" nos envolver denovo, como na 1ª vez..
Ele é surpreendente!

'-Kelly Viana' disse...

eu tbm sou muito sonhadora,ás vezes tento não ser mais é inevitável!
AMEI O POST!
BJoO!